Barra Mansa

Publicado em 16 de Janeiro de 2018 | por Nosso Jornal BM

Audiência Pública debate implantação de CTR em BM

A Câmara de Vereadores de Barra Mansa realiza hoje, às 18 horas, no Clube Municipal, no Centro, uma audiência pública para debater a criação de um novo aterro sanitário para resíduos sólidos na cidade.

Chamado de Classe 1, o novo aterro funcionará no terreno da empresa Foxx Haztec, que é a responsável pela operação da Central de Tratamento de Resíduos. O terreno da empresa está situado no bairro KM 4, às margens da estrada que liga Barra Mansa-Bananal, e atualmente trata apenas lixo domiciliar.

A implantação do novo aterro é motivo de polêmica na cidade. Isso porque, a empresa busca licença da Secretaria Estadual do Ambiente para tratar resíduos industriais, classificados de perigosos, como pilhas e telhas de amianto, além de outros itens.

Entidades religiosas e alguns ambientalistas do município se colocaram contra o projeto alegando que haverá enorme impacto ambiental no solo e nos afluentes do Rio Paraíba do Sul.

Já a empresa sustenta que não há risco de contaminação porque serão atendidas todas as exigências ambientais para que o novo aterro entre em funcionamento.

Em entrevista ao Programa Fato Popular da Rádio 88 FM na manhã desta terça, o presidente da Câmara de Barra Mansa, Marcelo Borges, afirmou que é contra a implantação do novo aterro.

Segundo ele, um projeto de lei está sendo elaborado para proibir a implantação da nova CTR na cidade. O vereador justifica que tem em mãos informações de que a empresa Haztec não estaria cumprindo alguns itens do contrato na operação do aterro de lixo domiciliar e que, por isso, não acredita que ela será capaz de cumprir todos os itens de segurança ambiental na implantação do novo aterro.

Foto: Arquivo

Tags: , , ,


Sobre o autor



Back to Top ↑
  • Publicidade

    nossojornal

  • Edição Digital

    Jornal Edição Fevereiro de 2018

  • Facebook

  • Publicidade

    nossojornal