Policia

Publicado em 11 de outubro de 2017 | por Nosso Jornal BM

Mulher de Nem vai para Bangu

Danúbia Rangel, mulher do traficante Antônio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, já está no complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio. Ela tinha sido expulsa da comunidade pela quadrilha rival, liderada por Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157. Ela foi presa no fim da tarde desta terça (10), na Ilha do Governador.

A mulher de Nem estava foragida há um ano e meio, após ter sido condenada a 28 anos de prisão por tráfico, associação para o tráfico e corrupção. Na Cidade da Polícia, a mulher que já foi primeira dama da Rocinha chorou. “Estou com medo”, chegou a dizer.

Os policiais contaram que no momento da prisão, por volta das quatro da tarde desta terça-feira, Danúbia estava num carro sozinha a uma quadra do Morro do Dendê. Nas últimas semanas ela estava na casa de uma amiga, no mesmo bairro.

Ela foi presa por policiais das delegacias de Nova Iguaçu e da Pavuna – que estavam monitorando os passos dela há um mês.

Danúbia já tinha se escondido também na Vila do Pinheiro, no complexo da Maré. Segundo a polícia, com a prisão da primeira dama da Rocinha, foi possível interromper uma importante fonte de distribuição de informações de uma determinada facção.

Investigações apontam que Danúbia foi expulsa da Rocinha pelo bando do traficante Rogério 157, que se desentendeu com Nem, antigo comparsa. Logo depois, começaram os confrontos entre os grupos rivais. E a polícia e as forças armadas fizeram um cerco à favela.

Desde terça-feira a polícia e homens das forças armadas fazem buscas por criminosos nas áreas de mata da Rocinha. Há desconfiança de que eles estejam na área de mata. Na manhã desta quarta (11), cerca de 600 homens das tropas federais chegaram à Rocinha por volta das 5h.

Foto: Divulgação

Tags: , , ,


Sobre o autor



Back to Top ↑
  • Publicidade

    nossojornal

  • Edição Digital

    Jornal Edição Setembro 2017

  • Facebook